04/02/08

Música dos Sentidos

Trabalhando a Deusa torna-se impossível "desligar-me" dos Deuses que cruzam o meu caminho. Por isso quero saudar um em particular, publicando o seguinte murmúrio:
"Adoro as mulheres. Em particular adoro os lagos esmeralda que são os teus olhos. Hum, os lábios... adoro os sorrisos e os bocejos. A pele é tão macia que é caxemira, da cabeça aos pés. A pele de uma mulher inspira no homem o amor da exploração de um Magalhães. E então que dizer da barriga: fico louco. É mais o facto de ser a parte do corpo que prenuncia outros prazeres. Está tão perto e tão distante...
As curvas são como o movimento da serpente, insinuando-se. Curvas e mais curvas. E o perfume que se desdobra e revela aos poucos.
Paladar de frutos, como um néctar licoroso de uma deusa.
Danço, danças, dançamos. Olho nessas esmeraldas e somos nós. Ponte de generosidade e de amor. Dádiva da terra e do céu. Jamais me senti tão cheio de mim. Plenitude."
Bom, missão cumprida.

1 comentário:

A Directora T. disse...

Hum... Muito sugestivo, sim Senhora. Sim, Senhor. Sim, Senhora. ;)